Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Blogaridades

À Bolina Pela Vida... Irónico contra os ventos surumbáticos, sério contra os ventos irresponsáveis, iconoclástico contra os ventos dogmáticos, e politicamente incorrecto sejam quais forem os ventos...

Blogaridades

À Bolina Pela Vida... Irónico contra os ventos surumbáticos, sério contra os ventos irresponsáveis, iconoclástico contra os ventos dogmáticos, e politicamente incorrecto sejam quais forem os ventos...

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

A MEMOPAUSA DE ASSUNÇÃO CRISTAS

por bolinando, em 27.10.17

Cristas.jpg

O diagnóstico parece inevitável. Depois de lançar acusações sobre tudo e todos no que diz respeito aos incêndios, esquecendo que foi ela que liberalizou a plantação de eucaliptos (espécie que segundo ela estava a ser descriminada), agora vem acusar a Câmara de Lisboa de não proteger as lojas históricas, esquecendo-se de que foi ela que, em 2012, aprovou a Lei das Rendas que tantos despejos provocou em lojas históricas. E muitos mais "lapsos" de memória tem sofrido esta senhora desde que deixou de ser governante e passou a governanta da oposição.

Está visto que, com tantas pausas na memória, Assunção Cristas só pode ter entrado na Memopausa!

JOTA ABSTÉMIA

por bolinando, em 25.12.16

Resultado de imagem para no to sex

 

Ainda hesitei sobre pronunciar-me sobre matéria tão profunda como esta, mas acabei por decidir (também nisto) não me abster.

É conhecida a minha opinião sobre as Jotas e a sua irrelevância e vacuidade. E já o disse várias vezes que tanto buscam temas fracturantes que mais parecem o serviço de ortopedia do Hospital de S. José. Mas neste caso a escolha da JC revelou-se uma verdadeira "fractura exposta".  Já desde os idos de 1982 se sabia, pela boca do deputado Morgado, a posição do CDS sobre as relações sexuais, o truca-truca, como lhe chamou a saudosa Natália Correia. Coito, só para procriar, no dizer do Morgado. Como parece que o dito tinha dois rebentos, talvez se possa mesmo falar de biscoito do Morgado. 

Pois agora a JC quer fazer da doutrina Morgado uma das belas-artes e reclama que a abstinência sexual seja ensinada nas escolas, associada a matérias de saúde. 

Pois bem, por estranho que pareça até estou parcialmente de acordo com as luminárias que pariram (sem pecado) esta proposta. 

E isso porque considero que a abstinência de relações sexuais com um ou uma Jotinha Centrista é fundamental para a saúde mental de qualquer jovem. Imaginem os traumas causados numa jovem saudável uma relação sexual com um jovem muito provavelmente de nome próprio Salvador, com poupinha à mete-nojo e sapatinhos de vela a combinarem com o polo QuebraMar e que no meio da função não percebe que a jovem pretende mudar de posição, ele que de posições só conhece as da Cristas sobre questões agrícolas e que por isso fica excitadíssimo quando a parceira faz referência a tomates para logo entrar em depressão quando percebe que estavam a falar de coisas diferentes. 

Ou os traumas causados num jovem saudável quando inicia uma relação sexual com uma jovem centrista para quem o homem mais sexy é o Diogo Feio que ela considera lindo e o Nuno Crato que ela considera superinteressante, sê lá! E que descobre que a dita tem um cinto de castidade com uma fechadura patrocinada pelo BES e cuja chave está presa aos cilícios do pai da criatura.

Estes exemplos ilustram o facto de qualquer relação sexual com jotinhas centristas constituir uma verdadeira jornada nas "50 Sombras de Portas".

Por isso concordo com a proposta e acho mesmo que deveria ter efeitos retroativos e deveria ter sido aplicada aos progenitores dos proponentes de tão importante, actual e sustentada proposta. Ter-nos-ia poupado umas boas risadas e vários "Ai Balha-me Deus!"

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D