Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Blogaridades

À Bolina Pela Vida... Irónico contra os ventos surumbáticos, sério contra os ventos irresponsáveis, iconoclástico contra os ventos dogmáticos, e politicamente incorrecto sejam quais forem os ventos...

Blogaridades

À Bolina Pela Vida... Irónico contra os ventos surumbáticos, sério contra os ventos irresponsáveis, iconoclástico contra os ventos dogmáticos, e politicamente incorrecto sejam quais forem os ventos...

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Ó PRA ELE, ARMADO EM... TRUMP

por bolinando, em 27.02.17

 

Resultado de imagem para trump militar

Apesar de ter um passado militar no mínimo obscuro, Trump gosta muito der fardas e de soldadinhos de chumbo. Em simultâneo gosta muito de gastar, para além de também gastar muito em gostar, ou não tivesse a Melania afirmado que "Ele gasta muito de mim".

Ora depois de ter gasto num mês o que a família Obama gastou num ano, Trump decidiu agora pagar os favores aos seus amigos da indústria do armamento e vai de aumentar em quase 10% as despesas militares, que passarão para mais de 50 mil milhões de Euros! E imaginem onde vai haver cortes para suportar o crescimento militar? Em todas as outras áreas, nomeadamente Justiça, Saúde, Educação mas, sobretudo, no Ambiente. Acho que ninguém lhe disse que essa não será a melhor forma de calar aqueles que o acusam de criar "mau ambiente". Mas, como em simultâneo Trump anunciou que vai reduzir drasticamente a ajuda externa, pode ser que venha justificar que está a combater o aquecimento global através do esfriamento das relações internacionais.

Falando agora mais a sério, esta decisão do louco varrido é excepcionalmente perigosa. O aumento do arsenal dos EUA, que apenas têm fronteira com o México (que aparentemente vai ser mural, para ser verdadeiramente imoral) e com o Canadá, não pode ter qualquer justificação em termos de defesa. Mas para as potências rivais terá uma leitura de intuitos agressivos, o que as levará, também elas, a mais uma corrida aos armamentos.

 E a verdade é que a História tem mostrado que o armamento "pesado" quando não é usado "enferruja", vai-se tornando obsoleto e não permite actualizações estratégicas e tácticas da sua utilização em teatros de operações. Nenhum exercício substitui uma boa guerra para esse fim!

Se olharmos para a História da Guerra Fria vemos que os americanos foram sempre mantendo o seu armamento e os seus militares "ocupados" em conflitos como o da Coreia ou o do Vietnam, enquanto o exército soviético estava tão parado que só fazia paradas (à excepção de operações de polícia na Hungria, na Checoslováquia e na Polónia e nesta nem de polícia conseguiram fazer, e de uma intervenção em Angola, num conceito operacional totalmente distinto de qualquer cenário previsivel e com a maior parte do seu material a ser operado por "empreiteiros" cubanos. Quando quiseram utilizar o material  e militares num conflito real, no Afeganistão, foi o que se viu.

Por isso Trump vai querer usar os seus "brinquedos". Acho mesmo que Trump está mortinho (infelizmente não literalmente) por desencadear uma guerrinha.

Mas com ele os negócios têm sempre prioridade, pelo que primeiro terá de fazer com que os 4 ramos das Forças Armadas americanas usem fardamentos vendidos pela sua filha Ivanka. Já estou mesmo a ver os bombardeiros americanos transportando atrás de si uma faixa onde se lê "Este conflito é patrocinado pelas boutiques Ivanka".

Enfim, parece que a personagem do universo militar americano que mais impressiona e inspira Trump é Custer. Espero que tenha o mesmo fim que ele.

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D