Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Blogaridades

À Bolina Pela Vida... Irónico contra os ventos surumbáticos, sério contra os ventos irresponsáveis, iconoclástico contra os ventos dogmáticos, e politicamente incorrecto sejam quais forem os ventos...

Blogaridades

À Bolina Pela Vida... Irónico contra os ventos surumbáticos, sério contra os ventos irresponsáveis, iconoclástico contra os ventos dogmáticos, e politicamente incorrecto sejam quais forem os ventos...

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

CAVALO À SOLTA

por bolinando, em 20.10.17

 

 

Hoje, num tempo de tanta falsidade, de tanto desamor, de tanto cinismo e hipocrisia, apeteceu-me deixar aqui uma das canções mais bonitas (para mim, claro) que até hoje se escreveram na língua portuguesa.

Poucas conseguem descrever o amor com tanta força, com tanta intensidade da "passagem para o breve, breve instante da loucura", com tanto desprezo "pelo que pensa e sente a gente certa", com a coragem "de uma espada de dois gumes, tudo ou nada"!

É isto o amor. E não adianta enganarmo-nos... Julgamos que um pouquinho é melhor que nada e um dia descobrimos que o pouquinho é apenas... nada. O amor ou é "tudo", ou não é nada.

O amor ou é um cavalo à solta ou não passa de uma mula manhosa. 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D