Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Blogaridades

À Bolina Pela Vida... Irónico contra os ventos surumbáticos, sério contra os ventos irresponsáveis, iconoclástico contra os ventos dogmáticos, e politicamente incorrecto sejam quais forem os ventos...

Blogaridades

À Bolina Pela Vida... Irónico contra os ventos surumbáticos, sério contra os ventos irresponsáveis, iconoclástico contra os ventos dogmáticos, e politicamente incorrecto sejam quais forem os ventos...

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

A BELEZA DO MAR... DÁ PARA ACOSTUMAR?

por bolinando, em 09.02.17

Até eu, que amo o mar, nunca me acostumei à beleza do mar. Porque para mim a beleza do mar não está naquelas fotos de paraísos idílicos de ilhas do Pacífico, com pores-de sol sobre um mar feito espelho. Não, para mim isso não é mar, é cenário. Gosto do mar encapelado, poderoso, a impor respeito. Sim, porque o mar não perdoa a quem não o respeita. 

Mas não dá para acostumar à beleza desse mar, porque ele nunca é igual. Não há duas ondas iguais, a espuma nunca forma dois desenhos iguais e a beleza recria-se a cada vaga.

E se é verdade que não podemos controlar os ventos, não é menos verdade que, como diz a canção, podemos ajustar o nosso rumo. É para isso que existem as velas e o leme.

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D