Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Blogaridades

À Bolina Pela Vida... Irónico contra os ventos surumbáticos, sério contra os ventos irresponsáveis, iconoclástico contra os ventos dogmáticos, e politicamente incorrecto sejam quais forem os ventos...

Blogaridades

À Bolina Pela Vida... Irónico contra os ventos surumbáticos, sério contra os ventos irresponsáveis, iconoclástico contra os ventos dogmáticos, e politicamente incorrecto sejam quais forem os ventos...

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

JESUS E OS OFFSHORES

por bolinando, em 03.03.17

Resultado de imagem para jorge jesus

Sabendo como o treinador do meu clube gosta de falar de coisas em geral e dele em particular, mais do que entrosar a equipa, imaginei-o a dar uma entrevista sobre um tema candente: a polémica dos offshores.

P- Que acha da polémica em torno dos offshores?

JJ - Todos sabem que eu não gosto de comentar arbitragens mas há situações que extrova... estropa... estriva... passam das marcas. Eu sei que querem que a mim me estique pra me puderem suspenderem-me, mas eu não me  calar-me até ter bolhas na voz. Isto dos offshores é uma vergonha! Ainda na última jornada os nossos rivais ganharem os jogos com golos marcados em offshores claríssimos!

E depois os nossos jogadores topam os outros a meter golos em offshore e perguntarem-me porque não poderem fazer o mesmo. E eu dizer-lhe que terem que aprender, comigo claro. Mas eu não tenho o dom da umbiguidade e não posso olhar para dois umbigos ao mesmo tempo, nem fazer duas coisas em momentâneo. Esta semana estive a ensinar o Dost a marcar penaltes, para a semana vou ensinar ao Castanhas o que é uma baliza, na outra a seguir vou ensinar o William a manter-se acordado nos jogos e só na outra despois é que lhes posso ensinar a meter golos em offshores! Isto o Carmo e a Trindade não se fizerem num dia!

P- E acha que o Núncio é o principal culpado?

JJ- Eu achar que não. Isso de atirar as culpas para a Igreja, e logo para o Núncio, acho desmasiado. Eu ter dito numa entrevista que muitas irregularidades partiam da Catedral, mas daí a envolver o Núncio... Eu estava a referir-me ao Jorge de Sousa, ao Veríssimo, ao Bruno Paixão e queijandos. Vocês não se acreditarem-se no que eu digo mas reparem, no último jogo que o Jorge de Sousa nos arbitrou eu estive quase para ser suspenso por lhe ter dito "Ó Sousa vai-te catar!". A verdade é que umas semanas despois lá foi ele ao Catar arbitrar jogos. É que eu também tenho as minhas fontes, nomeadamentes o senhor Octávio... não lhe puxem pela língua...

Portantos, deixem o Núncio em paz e pirocuperm-se é com as nomeações dos árbitros! E não deixem que vos atirem areia para as camionetes! Isto dos offshores já vem de longe. Lembrarem-se daquele jogador, o Vata, que marcou um golo Caimão?

Ah pois é!

 

OPERAÇÃO (ÀS AMIGDALAS DO) MARQUÊS

por bolinando, em 03.03.17

Resultado de imagem para empty list

O Ministério Público revelou a lista completa dos portugueses NÃO envolvidos na Operação Marquês, a qual aqui divulgo.

Parece que também propôs que o caso passe a ser designado por Operação Nobreza, Clero e Povo, pela sua abrangência.

A OESTE NADA DE NOBEL

por bolinando, em 02.03.17

Resultado de imagem para crowd laughing

Esta malta do Prémio Nobel sairam-me cá uns pândegos! Seleccionam os candidatos na Happy Hour da Aquavit e é o que dá!

Este ano seleccionaram 308 candidatos ao Nobel da Paz! E entre eles está... o Trump! A ser assim quase que aposto que entre os outros 307 deve estar o Maxi Pereira, a claque dos Super-Dragões, o Pedro Guerra, o Idi Amin Dada a título póstumo, e o senhor Silva, igualmente a título póstumo.

A boa notícia é que se sempre criarem o Prémio Nobel da Diversidade esse vem para Portugal de certeza, na pessoa do João Braga!

BELEZA PURA!

por bolinando, em 02.03.17

Quando a poesia de Vinicius se funde com a música de Jobim e ambas se exprimem pela voz de Caetano, o resultado só pode ser de beleza no seu estado mais puro!

E vale a pena ouvir com atenção as palavras ditadas por Vinicius. Para quem as ouvir sem as escutar pode parecer que este tema exulta um certo determinismo. Nada de mais errado. 

Aconteceu "o que tinha de ser", porque muitas coisas aconteceram e se encadearam para que o resultado não pudesse ser outro.

É como a vida de todos nós. Vamos vivendo os "porques", dando-nos ou não conta deles. E a todos nós acontece "o que tinha de ser". 

Morto Cohen, Caetano pode ser uma alternativa a cantar o amor de uma forma especial. Não que fosse preciso matar Cohen, bem pelo contrário. Mas quando se perde um mestre ficamos mais atentos aos seus discípulos.

LÁ COMO CÁ...

por bolinando, em 02.03.17

El Roto

Grande cartoon (mais um), do El País. Parece que a classe política espanhola não difere da nossa...

 

KIM É AMIGO... KIM É???

por bolinando, em 02.03.17

passos kim 1.jpg

costa kim.jpg

passos albuquerque kim.jpg

 

NÓS QUEREMOS É COLABORADORES!

por bolinando, em 02.03.17

Forges

Este cartoon do El Pais bem que podia ilustrar a realidade nacional. Sobretudo a daqueles patrões mascarados de empresários e dos muitos analistas e comentaristas e outros artistas que chamam colaboradores aos trabalhadores, reestruturações aos despedimentos, deslocalização à fuga para outros países, etc, etc, etc. E que estão sempre contra salários dignos mas nada dizem dos lucros indignos. E que quando ouvem falar de offshores apenas dizem Abre Núncio!

 

VINCENT...

por bolinando, em 01.03.17

Van Gogh, o normal num mundo de loucos. 

Como ele sofreu tentando manter a sanidade mental! E como nada mudou desde então... Os loucos estão no poder e acusam de loucura os sãos de espírito e tentam manietá-los em camisas de forças de convenções e preconceitos!

E como ele tentou libertar(-nos).

E como não o ouvimos, não o estamos a ouvir e provavelmente nunca o ouviremos.

Bem-aventurados os que compreendem Vincent, como Don McLean. E mais alguns e algumas.

Todos podem ver as noites estreladas, mas só alguns as podem sentir e compreender.

Este mundo não foi feito para quem é belo!

Mas é nele que temos de viver pois a imortalidade está reservada a génios como Vincent. Por isso, Carpe Diem!

FRICÇÃO CIENTÍFICA

por bolinando, em 01.03.17

Editorial cartoon on Donald Trump and protesters

Entretanto, numa galáxia muito, muito perto...

 

 

FUGA (SEM CANTATA)

por bolinando, em 01.03.17

Resultado de imagem para prison break

Foi divulgado pelos média que uma Ordem de Serviço emitida hoje irá definir novas regras de actuação em caso de fuga das prisões portuguesas.

A ser verdade o que transpirou para a comunicação social (e a verdade é que tudo quanto é informação confidencial transpira para os media sem ser preciso suar muito), trata-se de um documento verdadeiramente inovador e que irá resolver todas as lacunas, falhas, dores de cabeça, problemas amorosos, maus olhados e joanetes que afectam o sistema prisional português.

Parece que o primeiro passo no reforço dos procedimentos será "clarificar que o responsável por comunicar a fuga é o efectivo mais graduado que estiver, no momento da evasão, ao serviço".

Logo, em caso de fuga deverá proceder-se à formatura no pátio da prisão de todos os efectivos de serviço. Assim se poderá avaliar qual o mais graduado. Em caso de existir mais que um elemento com o mesmo posto ou graduação, alcançado no mesmo dia, o mais graduado será o mais velho. No caso de terem nascido no mesmo dia deverão desempatar através de qualquer processo credível e científico como o método de "pedra, papel e tesoura".

Como é que ainda ninguém tinha pensado nesta medida?! Começo agora a perceber a relação entre "celeridade" e "celerado"... 

O segundo passo é ainda mais inovador. Parece que "as prisões devem também passar a ter uma lista de contactos obrigatórios nestas circunstâncias, nomeadamente da PSP, GNR, SEF e PJ."

É uma medida visionária! Há que combater a tradição de apenas terem os números de telefone do "Correio da Manhã", da Pizzahut, da Televendas, e da linha do Tarot.

Fico à espera de termos conhecimento de todas as medidas decididas pela tal ordem de serviço.

Mas, pelo que já se sabe não me admiro nada que a última e decisiva medida para combater as fugas das cadeias, seja a obrigatoriedade de avisar todos os reclusos de que as fugas não serão toleradas e que todo e qualquer recuso apanhado a tentar fugir será imediatamente posto na rua!

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D